• Grey Instagram Ícone
  • Grey Facebook Ícone
  • Cinza ícone do YouTube

Vozes femininas na literatura (edição Leme)

A Editora Mireveja dá andamento ao projeto Vozes femininas na literatura com a publicação de sua segunda coletânea de contos e crônicas escritos por mulheres, trazendo temas pertinentes ao universo feminino nos dias de hoje. O projeto tem o objetivo de fazer com que mais autoras publiquem seus textos em livro físico com a chancela de uma editora e, assim, sejam inseridas no mercado editorial, movimentando-o.

Se na primeira edição foram selecionadas mulheres da cidade Bauru, onde está sediada a Editora Mireveja, desta vez escolhemos a cidade de Leme, também no interior de São Paulo, terra natal do nosso editor, João Correia Filho, e local de grande potencial literário e artístico.

Serão selecionados de 10 a 20 textos, de até 20 autoras. As interessadas devem ser nascidas ou residir em Leme e ter idade superior a 18 anos. A ideia do projeto é representar a ampla diversidade feminina, incluindo textos de escritoras experientes e de iniciantes, de diversos matizes sociais.

 

As inscrições vão de 5 de janeiro a 5 de fevereiro de 2021.

As autoras não pagarão para que seus textos sejam publicados, nem haverá qualquer tipo de obrigatoriedade de compra de exemplares.

Nesta edição, o Vozes femininas na literatura terá, como organizadora, a escritora, fotógrafa e produtora cultural lemense Bel Parolim.

Quer participar? 

Baixe aqui o documento

com as regras para a inscrição. 

O vazio não está nem quando é silêncio

A primeira edição deste projeto, realizada em Bauru, resultou no livro O vazio não está nem quando é silêncio – vozes femininas na literatura. A obra foi viabilizada com recursos de financiamento coletivo, pela plataforma Catarse.me, obtendo 110% de sua meta, com mais de 400 exemplares vendidos. 

Foto: Nádia Maria
Clique pra ampliar