Capa Buenos Aires - .jpg
R$ 60,00

Buenos Aires, livro aberto

A capital argentina nas pegadas de Borges, Cortázar e cia.

João Correia Filho

Com Buenos Aires, livro aberto, João Correia Filho dá continuidade à série de guias que trouxeram à tona a urbanidade poética de Lisboa, Paris e São Paulo e inauguraram um novo estilo de livros de viagem. Dessa vez o autor volta os olhos para a capital argentina e propõe revisitá-la a partir do universo de seus escritores, como Jorge Luis Borges, Julio Cortázar, Ernesto Sabato, Ricardo Piglia, Victoria e Silvina Ocampo, Alfonsina Storni, Roberto Arlt e muitos outros. As casas em que viveram, as livrarias em que estiveram, as ruas por onde passaram, os bares e cafés que frequentaram e muitos dos locais descritos em suas obras estão presentes em sete roteiros especiais. São centenas de lugares e dicas exclusivas, fruto de uma longa pesquisa bibliográfica e de campo, para que o leitor se deixe levar inteiramente pela poesia de Buenos Aires, solte a imaginação e mantenha a emoção à flor da pele. Afinal, é disso que se constituem as grandes viagens.

  • Grey Instagram Ícone
  • Grey Facebook Ícone
  • Cinza ícone do YouTube

256 páginas 

1a Edição

ISBN: 9786580380008

Editora Mireveja

Capa e projeto gráfico: Alexandre Pottes Macedo

Tamanho: 15cm x 21cm

Buenos Aires, livro aberto
Versão e-book 
Editora E-Galaxia
R$ 19,00

- Localização pelo Google Maps

 

- Vídeos do YouTube

- Playlist do Spotify

- Sites dos locais visitados

SOBRE O AUTOR

João Correia Filho éjornalista e editor com especialização em Jornalismo Literário e atua na área desde 1996, com passagens por revistas no Brasil e no exterior, entre elas National Geographic, Caminhos da Terra, Horizonte Geográfico, Cult, Brasileiros, Entrelivros e Língua Portuguesa. É autor de Lisboa em PessoaÀ luz de Paris, São Paulo, literalmente e Buenos Aires, livro aberto, que inauguraram um novo estilo de livros de viagem. Com Lisboa em Pessoa foi um dos ganhadores do Prêmio Jabuti 2012, na categoria Turismo. É autor do blog Viagem ao Pé da Letra, no qual escreve sobre viagens, literatura e fotografia. 

Mi Buenos Aires querido

Ganhador do Prêmio Jabuti com Lisboa em Pessoa, o jornalista João Correia Filho lança agora seu quarto guia literário e reverencia os escritores argentinos

Buenos Aires, livro aberto – a capital argentina nas pegadas de Borges, Cortázar e cia dá continuidade à série de guias que trouxe à tona a urbanidade poética de Lisboa, Paris e São Paulo, inaugurando um novo estilo de livros de viagem. Lisboa em Pessoa, por exemplo, foi agraciado com o Prêmio Jabuti na categoria Turismo, em 2012. 

Dessa vez, o autor volta os olhos para a capital argentina e propõe revisitá-la a partir do universo de seus escritores, nomes reconhecidos internacionalmente como Jorge Luis Borges, Julio Cortázar, Ernesto Sabato, Ricardo Piglia, Victoria e Silvina Ocampo, Alfonsina Storni, Roberto Arlt entre outros. As casas em que viveram, as livrarias em que estiveram, as ruas por onde passaram, os bares e cafés que frequentaram e muitos dos locais descritos em suas obras estão presentes nos roteiros do guia, além de outros tantos que João Correia Filho convida a imaginar, fantasiar, inventar, literalmente. 

Escrito em primeira pessoa, Buenos Aires, livro aberto aposta num tom mais próximo ao dos livros de viagem, nos quais o leitor é conduzido pela narrativa e instigado a viajar inspirado pelo olhar dos escritores. 

Com 256 páginas, o guia está dividido em sete itinerários, sendo que seis deles percorrem os bairros centrais e conhecidos da capital, como Retiro, Recoleta, Palermo e La Boca. O sétimo traz um roteiro exclusivo inspirado na vida e na obra do  escritor Julio Cortázar, e nos leva ao bairro de Agronomía, onde ele viveu parte de sua juventude. 

Outro destaque é o projeto gráfico, assinado pelo designer Alexandre Pottes Macedo. Além de iconografia e mapas exclusivos, a publicação traz todas as fotografias em preto e branco, algo inusitado para um livro de viagem e que lhe confere mais identidade. Assim como o texto, todas as fotos são de autoria de João Correia Filho, fotojornalista com mais 20 anos de carreira. O texto de apresentação, na orelha do livro, é assinado pelo poeta Tarso de Melo, um dos grandes nomes da nova geração de escritores brasileiros. 

O guia traz ainda 20 páginas que formam um simpático caderno de anotações para que o leitor possa registrar suas impressões, ideias, poemas, nomes, telefones e endereços, ou simplesmente rabiscar enquanto espera um café. Ao materializar suas memórias para sempre, o leitor imprime sua marca pessoal ao exemplar, tornando a viagem e o livro únicos, inesquecíveis.

Buenos Aires, livro aberto coloca o autor e o leitor em movimento, lado a lado, compartilhando experiências, andanças e a paixão por ela, essa grande parceira de viagem, a literatura.

Agora, conheça o ensaio fotográfico Buenos Aires, livro aberto.